13 de set de 2011

Aonde quer que eu vá encontro o mar...

É isso que acontece quando a gente mora numa ilha e ainda tem apenas uma avenida entre você e o mar.
Confesso que foi irônico mudar para cá, afinal eu prefiro mil vezes o campo à praia. Porém tenho dado chance do mar me conquistar. Um de nós tinha que ceder.
Caminhei pela praia outro dia. Adorei ouvir o som das ondas batendo nas rochas. Li uma vez que toda criação foi feita por uma única mão. Mesmo sem ser religiosa é bonito observar a natureza e a força que ela tem. Há algo de misterioso nisso...
Porém quem me visse caminhando pela praia diria que eu era algo que não pertencia àquela imagem. Digamos que não eu não combine. Não me encaixe.
Mas alguma vez na vida me encaixei ou combinei com algo?

Um comentário:

  1. fico imaginando tu toda de preto, estilo de vampiro passeando na praia e ainda de dia. da uma pintura

    koskoskoskos

    ResponderExcluir