27 de ago de 2011

Então senhor Criador, cadê o meu abraço?

Pensar sobre a existência de Deus perturba meu juízo.
Eu gosto da idéia Dele. Mas acreditar cegamente ou aceitar sem questionar me é impossível.
Digamos que alguém me prove que Deus existe. Certo? Mas não vem com argumentos parecidos com: “ Você é a prova de que Deus existe. A vida é. Ou o amor é prova de Deus”.
Porém hipoteticamente alguém me provou que o Arquiteto de Universo existe. Isso me acalmaria o espírito? Bem capaz, como diz o gaúcho. Aí é que eu teria mais questionamentos.

Como Ele é? É uma energia? Sempre digo que desconfio que Deus exista na energia boa de duas pessoas... Ou é aquele estereótipo, um homem vestido de branco e barbas ?
Quando eu oro que jeito tem o cara do outro lado? Ah...eu não oro. Não da forma convencional. Eu tenho longas conversas cheias de reticências com Deus. Chamo de conversa mas parece mais um monólogo. E aí, bem aí leitor, existe o ápice da minha loucura. Se não tenho a certeza absoluta de Deus por que razão fico conversando com Ele? Quer dizer, vivo em conflito com duas partes de mim. A que quer mais provas e a outra que toma um vinho e conversa com o criador.
Será que eu tenho algum tipo de inteligência adormecida? Uma sabedoria que dorme e por vezes fala comigo? Ou me faz sentir essas intuições e sentimentos?
Mas voltamos a Alá...

Ele existindo ( sério, tenho a boa intuição de que exista) porque é tão...misterioso?
Ele é o criador, concorda? Criou a você, a mim, aos animais, e também aquela pessoa mala....
Agora....Por que? Por que!!!! Ele todo poderoso estava entediado? E nos criou?
Qual o objetivo?
Somos algum tipo de big Brother para ele passar o tempo?

Voltemos no tempo. Acompanha-me nesse retrocesso. Mas voltemos ao pricípio, Antes do Big Bang. Numa bela tarde ( supondo que as tardes já existiam) estava o senhor Deus sem muitos afazeres. Ele era só. ( Dizem). O alfa e o Omega decide começar a criação. E viu que era bom criar. Num estalar de dedos BUMMM, o bing bang....e milhões de anos após estou em frente do note questionando esse estalar de dedos.
Uma vez comentei que somos arrogantes de mais e toda nossa existência poderia ter começado com um espirro celestial. Não deu tempo de pegar o lenço e evitar essa coisa toda....

Todavia ali está a criação. Foi de caso pensando que somos o que somos? Ou ele começou e deixou as coisas evoluírem até a nossa existência?

Deus nos ama. Ama? Quero dizer.... Eu posso sentir esse amor? Muitos dirão: Deus te ama e te mostra todo dia ao acordar um belo sol. Deus está na chuva...Ou Deus está nas dádivas que temos....Peraí, eu entendo isso..Mas não está faltando nada? Além das explicações que tanto anseio...falto algo mais. Como explicar isso a você. Quando gosto de alguém, gosto de abraçar. De ouvir a voz. De conversar. De dar um bom dia ou boa tarde. Então senhor Criador, cadê o meu abraço? Já me deu e eu sou tão insignificante que não percebi?

Espero que o Senhor não se ofenda. Ele pensou que podia criar tudo e ninguém ia questionar?

Já debati sobre Deus muitas vezes. Já escrevi muitas vezes....E agora que fui até lá fora e ao voltar reli o que digitei...Noto que tudo que eu li sobre filosofia, sociologia, psicologia, misticismo, etc...Tudo não foi nada. Nada capaz de me responder. Todas as pessoas que conheci, com quem vivi e muito aprendi também não bastaram.
E fico observando a minha frase: “Então senhor Criador, cadê o meu abraço”?
É...estou carente de um abraço do criador. Então...se a carência dessa abraço existe logo Deus existe? Não é?

Eureca! Ta aí leitor. Deus nos criou porque estava carente. Sentia-se só. Só pode....Mal sabia ele que isso ia dar “ muito pano pra manga”. Ou sabia?

Um comentário:

  1. tabem quero um abraço. saudade das nossas conversas. *-*

    L.

    ResponderExcluir