8 de fev de 2010

Nos seus braços



Sentada na cama na escuridão, tragando um cigarro e bebendo uma vodka...Não vês que paro assim para tentar capturar o momento?
E quando escuto uma música é só uma maneira de tentar ir até você...Pode sentir?
Quando conversamos não percebes? Todas as coisas que acredito sobre amor e verdade e o que você se tornou para mim só mostram o quanto eu preciso de ti...

Eu queria deitar nos braços e esquecer o mundo...


Cada passo que damos era para nos deixar distante...Por que sinto que estou sempre com você?
Feche seus olhos e sinta que continuo ao teu lado...
Tantos chamam minha atenção. E normalmente tenho uma companhia. Mas não estar sozinho não quer dizer que não seja solitário...

Não me peça para explicar nada. Eu não tenho que dizer nada...Porque eu morreria para proteger você.

Eu só queria deitar nos teus braços novamente e esquecer o mundo...


Um comentário:

  1. Muito lindo!!!

    "... E de novo acredito que nada do que é
    importante se perde verdadeiramente
    Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas,
    dos instantes e dos outros.
    Comigo caminham todos os mortos que amei,
    todos os amigos que se afastaram,
    todos os dias felizes que se apagaram.
    Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

    Miguel Sousa Tavares

    Desejo uma linda semana.
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir