21 de mai de 2012

Antes de Partir



A vida acaba. E você irá passar por isso. Você perderá repentinamente alguém ou irá vê-la partir aos poucos. Seja como for em algum dia sentirá essa dor. E algum dia também irá partir. Inevitável.

Voltei para Santiago quando soube que minha mãe estava doente e precisava de cuidados. Quase não a reconheci no hospital. Onde estava aquela mulher forte e totalmente independente? Essa mulher sumia lentamente....

Quando a abracei percebi que ela já não era a mesma. Alguma coisa estava errada.
Conversando com minha irmã soube que minha mãe estava com uma doença em fase terminal. Câncer. 

Não havia o que fazer. Aos quase 80 anos e no estágio que a doença estava só podiamos cuidar dela o melhor possível e dar-lhe todo amor que conseguissemos. 
Mas doeu. Feriu de mais vê-la não conseguir se alimentar, caminhar ou mesmo simplesmente ir ao banheiro. 
Irônica a vida, pois no fim de sua existência aqui minha mãe regrediu a um tipo de criança. Trocar suas fraldas, escovar seus cabelos, alimentá-la.....Até sua voz ia sumindo....
Todos os cuidados que minha mãe teve comigo quando eu era um bebê, agora eu fazia com ela.....E viver isso vira seu mundo.....

A mãe ficou uma semana em casa e retornou ao hospital. Porém em seus últimos dias ela percebia que não tinha mais volta....

Numa manhã no hospital, minha mãe segurou minha mão e falou um pouco comigo. Em 30 anos, essa foi a primeira vez que tive a certeza do quanto minha mãe me amava. Eu podia ver, sentir e quase tocar o amor dela por mim....

Vivemos com nossas diferenças. Nunca fui muito padronizada. E acreditava que ela me amasse assim mesmo. Porém não calculava tamanha força de sentimento.

Por mais que eu conheça pessoas incríveis nunca serei amada como um dia fui por minha mãe....
E  jamais alguém será tão forte como ela foi.
A minha guerreira partiu...
Eu fiquei aqui perdida. Pedindo apenas que eu tenha pelo menos 10% da força daquela mulher.....

Um comentário:

  1. Belíssimas palavras mas o importante, o mais importante foi o sentimento colocado nelas.
    Sua mãe adoraria lê-las, certamente.
    Uma grande homenagem.

    ResponderExcluir