13 de out de 2009

Escolha


Todos temos livre arbítrio. Somos donos da nossa vida. Seguimos os caminhos que queremos. Parto desse princípio...

Eu lembro de quando te conheci. Um homem meio moleque. Alegre, adorava festas...Brincava com todo mundo. Adorava conversar ao telefone...Quase me enlouquecia com seus toques de celular que eu achava insuportáveis....
Me chamava de colega de copo. Uma leve brincadeira por bebermos juntos. Apesar de você normalmente ficar bebado e eu não...
Lembro de você correndo nas motos. E das minhas reclamações com a sua imprudência...
Lembro que divergiamos em muita coisa. Mas mantinhamos a amizade.
Recordo nosso afastamento. E também depois a aproximação...
Se eu fechar os olhos posso escutar tua risada alta...E os gritos na sacada para todos os teus amigos...Posso reviver você sentado no chão do meu quarto pedindo para ver teu orkut e colocando fotos onde eu que escrevia a legenda para te fazer rir com minhas ideias.
Se eu calar minha consciência dos fatos, me parece que você ainda vive e que pode a qualquer momento chegar e apertar a campanhia como uma criança marota...
Um dia você contou para uma amiga que quase me atropelou na rua...Que eu andava longe, sem perceber minha volta. Ainda fez brincadeira com isso...
Eu sei que isso ocorreu nos dias mais ruins. Onde sentia meu coração doendo. Eu havia sido machucada por quem gostava e não sabia bem como seguir. Dai a decisão de mudar de lugar e recomeçar...
Você amigo foi machucado também. Mais do que nós pudessemos perceber e quem sabe te ajudar...
E você decidiu não mais viver.
Eu respeito tua decisão. Não julgo. Não condeno.
Mas K, o que a gente faz com o sentimento aqui dentro? O que a gente faz com a saudade? O que a gente faz com as eternas perguntas?
Não sei bem o que dizer. Ou como assimilar. Respeito você da mesma forma de antes. Sempre fomos opostos em tudo. Mas meu coração ficou doendo...
E eu nem sei o que virá pra você.
A sua dor parou? Ao menos diminuiu? Como saberei se ficará bem...Como saberei que resta algo após isso.
Fizeste tua escolha...Espero que aja algo mais. E que você encontre seu caminho...
Nos caminhos de teus amigos, ficou o espaço que você deixou...


3 comentários:

  1. Muito triste este texto!

    Mexeu comigo!

    Como se tivesse conhecido o enredo dessa amizade...

    Que essa história triste, sirva de "Reflexão"...

    E que para alguma coisa sirva afinal!

    Um beijo para ti...

    Com a saudade imposta pela ausência. Mas que tentarei, mesmo longe estar presente! Nem que seja pelo pensamento...


    ZezinhoMota

    ResponderExcluir
  2. triste seu amigo fazer isso de tirar a vida dele. Mas é livre arbitrio como tu disse.
    ñ entendo de depois disso, mas tu sabe que pod mais alem nao?

    entao, confia em teu coração bebezinho.


    ***

    ResponderExcluir
  3. Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

    "O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
    Abraços com muito carinho.

    ResponderExcluir